Boletim epidemiológico: Transtornos Mentais Relacionados ao Trabalho no Brasil, 2006-2017

Psicologia, Trabalho e processos psicossociais

A RENAST (Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador), criada em 2002, “constitui a principal estratégia para a implementação da Política Nacional de Saúde do Trabalhador no Sistema único de Saúde (SUS). Ela articula diversas instituições e atores sociais que compõem o campo da Saúde do Trabalhador e a atuação da rede de serviços dos SUS. Para isso, os Centros de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST) devem desenvolver ações que incluem a estruturação de protocolos, de linhas de cuidado, a capacitação de profissionais da rede, o registro, análise e disseminação de informação e outros instrumentos que favoreçam a integralidade de ações de saúde do trabalhador e o controle social”.

A Plataforma Renast online, com o objetivo de democratizar o acesso a ferramentas nesse campo e incentiva a formação continuada, divulga uma série de conteúdos interessantes sobre o tema. Um deles é o Boletim epidemiológico: Transtornos Mentais…

Ver o post original 343 mais palavras

Uma resposta para “Boletim epidemiológico: Transtornos Mentais Relacionados ao Trabalho no Brasil, 2006-2017

  1. Pingback: Por qual motivo ainda individualizamos o adoecimento no trabalho? | Mais uma Opinião·

Quero saber a sua opinião. Deixe o seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.