Por que você saiu da cama mesmo?

Você acorda cedo, se arruma, toma um café e sai de casa rumo ao trabalho. No caminho do ponto de ônibus, pessoas dirigem-se aos seus escritórios, algumas com pressa, outras não. Algumas com sono, outras não. Após alguns cochilos no ônibus, lá está você, chegando à sua empresa. Porteiros lhe dão bom dia, a moça do elevador pergunta qual é o andar e em breve você estará na sua estação de trabalho, talvez ainda como um zumbi (ou só de corpo presente), mas pronto para começar o dia.

ryo takemasa

Imagem: Ryo Takemasa

Mas, porque você saiu da cama mesmo? Em dias frios, chuvosos e segundas-feiras, esta pergunta se torna ainda mais difícil de responder. Se eu perguntasse a um grande número de pessoas “Porque você trabalha?”, imagino que a maioria delas me responderia “Ora, por causa do dinheiro” ou “Porque eu preciso do salário”. Tudo bem, boa resposta. No entanto, um pouco evasiva, fácil demais.

Salário é bom e eu gosto, mas não é tudo. É provado que o salário em si não é um fator motivador, pelo menos a médio e longo prazo. Queremos mais.

Sempre me interessei pelo trabalho das pessoas e particularmente pelo sentido que elas atribuem a ele. Conheço pessoas apaixonadas pelo seu trabalho e outras que o odeiam com todas as forças. Entre elas, algo em comum, a necessidade do dinheiro e a pressão social – às vezes injusta e questionável – para sermos trabalhadores (seres ocupados vistos positivamente) ao invés de desempregados (preguiçosos e ociosos vistos negativamente).

Claro, todos nós precisamos ganhar a vida, pagar as contas, comer, beber e se divertir. E, a menos que você tenha alguém que te banque (o famoso ‘Pai-trocínio’), é você que terá que dar um jeito e virar gente grande, ao seu próprio modo.

Mas, esquecendo por um momento o motivo óbvio pelo qual trabalhamos, o que te leva a entrar no jogo e enfrentar a rotina? Aqui vai uma dica.

Quando trabalhamos, produzimos. Quando produzimos somos reconhecidos. E, quando somos reconhecidos, somos felizes. O trabalho gera reconhecimento social, contribui com a formação da sua identidade e te ajuda a se sentir parte do mundo. Então, uma boa resposta para a mesma pergunta acima seria: porque eu gosto de ser reconhecido e de produzir alguma coisa.

ryotakemasa-int-1

Imagem: Ryo Takemasa

Trabalhar é criar, investir toda a nossa personalidade em algo, estabelecer vínculos, testar nossos limites e superar desafios. Pode até parecer papo motivacional, mas não é.

Para o psicanalista francês Christophe Dejours, o trabalho implica

“um engajamento do corpo, a mobilização da inteligência, a capacidade de refletir, de interpretar e de reagir às situações; é o poder de sentir, de pensar e de inventar, etc.” (DEJOURS, 2004).

Em nossos empregos formais, nem sempre temos a oportunidade de nos envolver tão profundamente em nossa atividade e nos realizarmos. Convivemos com realidades empresariais distintas, mercados competitivos e condições de trabalho precárias. Afinal, assim como podemos nos tornar pessoas saudáveis no trabalho, podemos adoecer com ele e não deixarei de falar sobre isso por aqui, em breve.

Por ora, me interessa responder por qual motivo saímos cedo da cama para ir trabalhar – onde, quando e com quem – todos os dias, apesar de tudo. Para você, qual é o sentido do seu trabalho? Quais as vantagens e desvantagens? O que ele te proporciona?

Muitas vezes nos referimos ao trabalho como um sacrífico, como se estivéssemos sendo arrastados para o abatedouro. Carregamos nosso corpo preguiçoso todas as manhãs e não paramos muito para nos questionar o “porquê” de tudo isso. Bom ou ruim, a crítica é o mais importante.

Reflita sobre o seu trabalho. Talvez, ele esteja lhe pagando mais do que você imagina.

Referências

DEJOURS, Christophe. Subjetividade, trabalho e ação. Revista Produção, v. 14, n. 3, p. 027-034, Set./Dez. 2004.

RIOS, Izabel Cristina. Humanização e ambiente de trabalho na visão de profissionais da saúde. Saúde soc., São Paulo ,  v. 17, n. 4, Dec.  2008 .

Anúncios

Uma resposta para “Por que você saiu da cama mesmo?

  1. Pingback: Por que você saiu da cama mesmo? | Meu Cantinho·

Quero saber a sua opinião. Deixe o seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s