Meu nome é Maigret, Jules Maigret (parte 1)

Literatura Policial

IMG_4836

Um cachimbo, um sobretudo com gola de veludo, um chapéu coco e uma barriga saliente. Eis um representante corpulento da ordem. – Ei, mande subir sanduíches e cervejas da Brasserie Dauphine, porque parece que esse interrogatório vai virar a noite. E ligue para a minha esposa. Avise que não tenho hora para chegar em casa.

Não foi Maigret que disse isso. Pelo menos não nas palavras de Georges Simenon. Talvez algo parecido. É assim que me lembro dos hábitos e costumes do comissário Jules Maigret, como fazemos com os personagens que amamos. Os incorporamos. Quer conhecer um dos mais fascinantes investigadores da literatura policial? Então vamos lá.

Nesta primeira parte abordo as produções literárias com o personagem, sua origem, suas características e dou algumas indicações.

Para quem não o conhece, o comissário da polícia judiciária Jules Maigret é o mais famoso personagem criado pelo escritor belga Georges Simenon (1903-1989)…

Ver o post original 1.295 mais palavras

Anúncios

Quero saber a sua opinião. Deixe o seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s